domingo, 20 de março de 2011

pingo

um pingo cai

na imensidão da inundação

incerto

não tem escolha

enquanto reflete a luz através de si mesmo

cai

seu momento de grandeza é tão sutil, e belo, e único.

o momento é isto, um instante que se vive!

Pode-se brilhar e refletir através de si mesmo a grandeza de ser, ou deixar-se cair

unir-se a inundação de seres sem sentido.

Provocar a reflexão é transparecer o nosso íntimo, é ser sem se importar;

é refletir sobre qualquer coisa, introspectivamente...

enquanto o som da vida ecoa em toda parte, harmonioso

eu sou uma gota que não deseja se igualar às outras.

Desejo, apenas, revelar-me um tom luminoso entre os outros!